Home » » Jornalismo recebe voluntários do Observatório Social

Jornalismo recebe voluntários do Observatório Social

Representantes do Observatório Social de Rio do Sul realizaram palestra aos acadêmicos da sétimo fase do curso de Jornalismo da Unidavi. O encontro ocorreu segunda-feira (13) na Agência Experimental de Notícias SIM, com o presidente da associação, Jean Sandro Pedroso e a jornalista, Débora Claudio. O objetivo foi apresentar a associação e estimular o trabalho voluntário.

O Observatório Social é uma associação civil, sem fins lucrativos, apartidária, fundada em 25 de agosto de 2014 e mantida pelos próprios cidadãos. Segundo Pedroso, tem por finalidade buscar transparência e melhorar a gestão pública dos recursos.

- Tentamos mostrar para a parte pública que ela tem que fazer diferente. Tem que inovar e repensar seus processos. Precisa dar um suporte para a população. Nós não emitimos informações de opinião pessoal. Sempre nos baseamos em fatos. Isso nos dá credibilidade – avalia o presidente do Observatório.

A jornalista, Débora Claudio, egressa da Unidavi, é voluntária na área da comunicação. Ela falou sobre o prazer em participar da associação e possibilidades para os acadêmicos de Jornalismo com o trabalho voluntário.

- Jornalista tem a síndrome de super-herói, de mudar o mundo. Quando conheci o projeto do Observatório me encantei. Fazer o trabalho voluntário dá uma satisfação pessoal muito grande e garanto que cada um tem um dom diferente e pode colaborar – incentiva Débora.

A associação conta com 20 voluntários, entre eles, advogados, psicólogos, jornalistas, empresários e estudantes. Os trabalhos no Observatório são norteados por três pilares: prevenção, monitoramento e conscientização.

- Atuamos antes que as coisas ocorram. Analisamos editais, licitações e leis. Monitoramos obras em andamento e promovemos a conscientização através de campanha de voto consciente.  O foco é a gestão, e não o prefeito. Se encontrarmos irregularidades, enviamos um oficio ao prefeito. Se não recebemos resposta o encaminhamos à Câmara de Vereadores e, por último, ao Ministério Público Federal.

- Dar direcionamento ao bom uso do dinheiro do cidadão. É isso que buscamos – enfatiza Pedroso.


Profissionais ativos e ou aposentados de diversas áreas podem ser voluntários.  Para participar é preciso ter ficha limpa e não ser filiado a um partido. Irregularidades também podem ser denunciadas na Ouvidoria da entidade acessando o site: http://osriodosul.com.br


SHARE

About Jeorgea Scarlatt